Aeroporto de Brasília irá operar com energia limpa a partir de julho

Iniciativa vai suprir 7% da demanda de energia do aeroporto

0
57
aeroporto de brasilia placas solares

A preocupação com o ambiente ganha espaço no Aeroporto de Brasília. Placas solares foram instaladas e uma usina fotovoltaica foi criada para consumo do terminal aéreo. 

As obras devem ser concluídas em julho e vai representar 7% da demanda de energia elétrica do aeroporto.

Usina Fotovoltaica

aeroporto de brasilia obras usina fotovoltaica
Obras a todo vapor: usina fotovoltaica deve ser concluída em julho de 2020

No total, foi reservada área de 18.300 m2 para a instalação das 3.360 placas solares. 

As obras iniciaram em janeiro de 2020 e mesmo diante da pandemia causada pelo Novo Coronavírus (Covid-19), o cronograma será concluído sem atrasos.

A usina fotovoltaica irá produzir dois milhões de kilowatts de energia elétrica por ano. O que equivale abastecer 1.462 casas pelo mesmo período.

Aeroporto de Brasília

A Inframerica é a atual controladora do Aeroporto de Brasília. A concessão foi obtida em 2012 e vale por 25 anos. O consórcio possui 51% de participação e têm como sócia, a Infraero (detém 49%).

O Aeroporto de Brasília foi fundado oficialmente em 3 de maio de 1957, antes mesmo da cidade que viria a ser a capital federal. Desde 1999 foi batizado como O Aeroporto de Brasília foi batizado com seu nome oficial: Aeroporto Internacional de Brasília Presidente Juscelino Kubistchek.

O Aeroporto de Brasília é o terceiro maior do país com 12.395 pousos e decolagens por mês. Veja alguns números (dados de 2017):

  • 412 voos por dia, em média
  • 46 mil passageiros (dia)
  • 466 mil passageiros internacionais por ano
  • 7,1 milhões de passageiros em conexão
  • 17 milhões de passageiros no total (ano)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here